Poppy Seed Strudel

I can perfectly remember my reaction when the doctor gave me the results of the food intolerance test last year. The list was so big that, the more I would read, the more desperate I would get. When I looked at her, I started to cry. I just couldn’t imagine my life without some of the food that was on the list…
But, that lasted for a few hours and, on the way back home, I stopped at the my favourite organic supermarket and started looking at the products, reading the labels, trying to find which food was not dangerous for me.
It is a every day challenge and I have to deal with it.

Luckily I love experimenting with food, and I started ‘converting’ my favourite recipes using ingredients that I can eat and excluding ones that I can’t. There were a lot of failures on the way, but I also learnt a lot… each new recipe done successfully is a conquer for me… and this poppy seeds strudel is new on that list.

*****

Lembro-me perfeitamente da minha reação quando a médica me deu os resultados do teste de intolerância alimentar no ano passado. A lista era tão grande que, quanto mais eu lia, mais desesperada ficava. Quando olhei para ela, comecei a chorar. Simplesmente não conseguia imaginar a minha vida sem alguns dos alimentos que estavam na lista…
Mas, isso durou apenas algumas horas e, no caminho de volta para casa, parei no meu supermercado biológico preferido e comecei a olhar para os produtos, a ler de rótulos, a entar descobrir que produtos não eram perigosos para mim.
É um desafio diário e eu tenho de lidar com isso.

Felizmente eu adoro experimentar com a comida, e comecei a ‘conversão’ das minhas receitas favoritas usando ingredientes que eu posso comer e excluindo aqueles que não posso. Houve bastantes falhas pelo caminho, mas eu também aprendi muito… cada nova receita feita com sucesso é uma conquista para mim… e este strudel de sementes de papoila é novo nessa lista.

Poppy Seed Strudel | Photography and Styling by Sanda Vuckovic PagaimoPoppy Seed Strudel | Photography and Styling by Sanda Vuckovic Pagaimo

If you ever travelled to Eastern countries, you probably noticed how much we love poppy seeds. It is one of my favourite ingredient.
My mum is not a fan of this particular strudel and she didn’t use to bake it… but luckily I was surrounded by neighbours, my mother’s friends, family… that had it often on the menu and, believe me, I wouldn’t miss a chance.
After eating it, we would make a competition of who looks funnier with the poppy seeds stacked into the teeth…

*****

Se alguma vez viajou para países de Leste, deve ter reparado no quanto nós gostamos de sementes de papoila. É um dos meus ingredientes favoritos.
A minha mãe não é grande fã deste strudel em particular e não o costuma fazer… mas felizmente estava cercada de vizinhos, amigos da minha mãe, família… que o tinham muitas vezes no menu e, acreditem em mim, não perdia nenhuma chance.
Depois de o comr, fazíamos uma competição de quem estava mais comico com as sementes de papoula enfiadas nos dentes…

Poppy Seed Strudel | Photography and Styling by Sanda Vuckovic Pagaimo

Poppy Seed Strudel

Dough
60ml warm rice milk
3tbs warm water
1ts dried yeast
230g spelt flour
75g soy margarine, room temperature
45g coconut sugar

Fill
75g poppy seeds
75g coconut sugar
2tbs water

Mix the yeast with warm milk and water and leave to rest for 5 minutes.
In the meantime, put the flour, margarine and sugar in a mixing bowl and mix well. Add the yeast mixture and mix with your hands. Continue kneading for a few minutes. If the dough is sticky, add a bit of flour and knead again. Leave to prove for 1 hour.

Knead the dough again and leave to rest.

While the dough is resting, put the poppy seeds and sugar in a coffee grinder and blitz until you get sandy consistency. Add water and mix until you get the paste.

Cut the baking paper and sprinkle with some flour. Place the dough on top and roll it out with a rolling pin until you get a square of approximately 25cmx25cm.

Spread the poppy seeds filling, leaving a border of a few centimeters around the sides. Roll the strudel, without pressing too tightly. Press the ends to seal and fold them under the strudel. Transfer to the baking tray and leave to prove for 1 hour more.

Preheat the oven to 170ºC. Bake the strudel for 30min or until deep golden colour.

*****

Strudel de Sementes de Papoila

Massa
60 ml Leite de arroz quente
3 colheres de sopa de água morna
1 colher de chá de levedura seca
230g Farinha de espelta
75 g de margarina de soja, à temperatura ambiente
45g de açúcar de coco

Recheio
75g Sementes de papoila
75g de açúcar de coco
2 colheres de sopa de água

Misture o fermento com o leite morno e a água e deixe descansar 5 minutos.
Enquanto isso, coloque a farinha, a margarina e o açúcar numa tigela e misture bem. Adicione a mistura de fermento e misture com as mãos. Continue a amassar durante alguns minutos. Se a massa estiver pegajosa, adicione um pouco de farinha e amasse novamente. Deixe incorporar durante 1 hora.

Amasse-a novamente e deixe descansar.

Enquanto isso, coloque as sementes de papoila e o açúcar num moedor de café e esmague até obter a consistência de areia. Adicione a água e misture até obter uma pasta.

Corte o papel vegetal e polvilhe com um pouco de farinha. Coloque a massa em cima e estenda-a com um rolo até obter um quadrado de cerca de 25cmx25cm.

Espalhe o recheio de sementes de papoila, deixando uma borda de alguns centímetros nos lados. Enrole o strudel, sem pressionar com muita força. Aperte as extremidades para selar e dobre-as sob o strudel. Transfira-o para o tabuleiro, e deixe incorporar mais 1 hora.

Pré-aqueça o forno a 170ºC. Coza o strudel durante 30min ou até ficar com uma cor bem dourada.

9 Responses to Poppy Seed Strudel
  1. Sarah | The Sugar Hit Reply

    This looks so delicious, perfect for this time of year.

  2. Isa Reply

    Olá Sanda! Mais uma vez obrigada pela partilha! não imagina como fico feliz, porque as suas receitas “adaptadas” usam os ingredientes que gosto de consumir, farinha de espelta, bebida de arroz. É tão raro as pessoas cozinharem com estes produtos, a não ser na macrobiótica. Fico sempre na dúvida é se o mel de arroz em vez do açúcar irá resultar. Porque não uso mesmo açúcar, de todo. Obrigada e um bom dia!

    • Sanda Vuckovic Pagaimo Reply

      Isa, é só mesmo experimentando, mas se usar talvez tem que diminuir agua/leite.

  3. Ondina Maria Reply

    Imagino como deve ser uma sensação de enorme alegria conseguires ter sucesso na adaptação de determinadas receitas. E para nós é sempre excelente termo alternativas às habituais :)

  4. Lígia Reply

    Não deve ser nada fácil conseguir adaptar receitas, segundo as alergias que se tem. Felizmente não tenho, mas gosto de experimentar alimentos novos e adoro conhecer novas culturas. Adoro as suas receitas e as suas fotos.

    Lígia

  5. 365 sonrisas Reply

    Sanda, you can´t imagine how i understand you in the way of adapting to cook avoiding some ingredients we were used to cook with. However, my glutenfree life has given to me so much positive things that it worths the efforts. I love your blog, thanks and congratulations. Mine is kind of the same way as yours. Regards. Marta

  6. […] Poppyseed roll, just like Jodi’s grandmother used to make. […]... chefdeborahreid.com/what-were-reading-nov-15-2013
  7. […] Poppyseed roll, just like Jodi’s grandmother used to make. […]... nostrovia.ca/2013/11/15/what-were-reading-13
  8. Filipe Reply

    Não consigo sequer imaginar o que é ter intolerâncias alimentares, seria de certeza muito difícil. Mas fico muito contente por conseguires diariamente lidar com isso!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>